BlogBlogs.Com.Br

25 março 2009

Frango em Sampa - Parte 2

Eu ainda tava no avião quando comecei a ficar intimidado. Nunca tinha visto tantos prédios juntos. E cada um tinha um heliponto em cima. Como eu estava voando bem baixinho, deu pra perceber isso... aliás, quem foi o esperto que construiu um aeroporto no meio da cidade?

 Esse infeliz só podia querer causar um acidente. E causou, né? Aliás, eu passei na frente do terreno baldio onde o prédio ficava. Foi a primeira coisa que eu vi em São Paulo, já em terra firme. Foi divertido...

 Tá, meio mórbido o que eu falei, mas deixa pra lá. A gente foi de van pro hotel e nem pegou trânsito no caminho. Pensando bem, que graça tem ir pra São Paulo e não pegar nem 10 km de congestionamento? A notícia mais importante de lá são os engarrafamentos quilométricos... e eu não vi nenhum. Droga!

 Mas sobre o que eu tava falando mesmo? Ah sim, o hotel. O hotel que a gente ficou era um senhor hotel. Se fosse eu que fosse pagar, aposto que ia ficar num albergue, mas como estava sendo bancado, ficamos em um hotel mega bonitão.

 Até então tinha esquecido que estava indo apresentar um trabalho e que a feira era do Mercosul. Eu disse até então porque quando chegamos ao hotel encontramos um grupo de colombianos. E eles vieram todos felizes falando “hola” e coisas do tipo. Eu falo um espanhol aceitável (entenda-se ruim, mas que ultrapassa o bom e velho portunhol) e retribui e comecei a conversar com eles.

 Só que eles acharam que eu era expert no idioma e começaram a falar rápido demais... eu, é claro, fiquei perdido. E foi assim os outros dias todos. O pior (ou melhor, dependendo do ponto de vista) de todos foi assistir futebol com os uruguaios. São Paulo x Defensor.

 Eu nem gosto muito do São Paulo, então fiz coro com a torcida deles. Só que eles aprenderam algumas palavras típicas do português brasileiro e foram xingar usando elas. O melhor xingamento de todos foi: “Hijo de uma piriguete”.

 E quanto à feira? Esse é o tema do terceiro e último post sobre Sampa!

6 comentários:

Natália Coelho disse...

Você disse que tudo era verdade.
Mas, SP sem trânsito é uma coisa díficil de se acreditar. ahusuashsa

e "hijos de una piriguete" nem se comenta.
Hilário.
Hahusshau

exoticlic disse...

poxa eu queria conhecer sampa era meus planos para o ano passado!
hein friend vc poderia atualizar meu banner?

Macaco Mizaru disse...

"Foi a primeira coisa que eu vi em São Paulo, já em terra firme. Foi divertido..."
[Humor negro mode on]


hauahuahuahauah

q paia

ótimo relato, frango!


www.tresbananas.blogspot.com

Jessie. disse...

hijos de la piriguete! rachei ahauahauahaa
nossa, eu teria problemas numa situação dessas. meu espanhol é altamente sofrível, não lembro quase nada.
mas teria me divertido horrores! xD
morro de vontade de conhecer Sampa (acho que já disse isso)

Marcos Pinheiro disse...

Obrigado pela visita, vim retribuir.

Interessante a sua forma de escrita e a criatividade deste teu blog.

É bom ter a certeza que o meu blog tem atraído pessoas interessante, como você.


Bem, agora é so esperar o capítulo final.

Até a próxima. Valeu, man!

Marcelo A. disse...

Cara, seu blog é muito original... Já tinha vindo aqui outras vezes, e, com certeza, volto sempre...

Abração!

Marcelo
www.marcelo-antunes.blogspot.com