BlogBlogs.Com.Br

16 junho 2009

Reflexões eróticas de um frango

ATENÇÃO. O Ministério da Saúde Galinácea adverte. Este post é impróprio para menores de 18 anos. Ou seja, pintos não entram. Mas se for entrar, que seja com camisinha...


Para que ficar sofrendo no dia dos namorados? Afinal é só uma data idiota. Se existe apenas um dia para os casais chatinhos, os outros 364 são para nós, solteiros. Podemos aproveitar muito mais que os comprometidos. É acordar cada dia em um poleiro diferente, com uma galinha (ou mais) que é completamente desconhecida.

Tá bom... quem me ouve falando isso até pensa que eu sou o frango comedor da granja. Tudo bem que sou o frango garanhão reprodutor, o escolhido, aquele responsável pela perpetuação dos genes (que dizem ser bons, mas sei lá...), mas isso não quer dizer que eu tenho que experimentar todas as galinhas da granja.

Por falar nisso, é melhor eu tomar mais cuidado com as palavras que eu uso. As galinhas são muito sensíveis. Se me ouvirem falar em “experimentar” ou “comer” eu provavelmente vou perder um possível sexo à noite. Tem que saber tratar bem para conseguir algo depois. É uma regra básica. Não precisa ser um idiota que faz tudo para ela, mas saiba enrolá-la até conseguir o que quer. Ou seja, sexo selvagem...

Aliás, alguma galinha ainda tem dúvidas disso? É claro que não. Aposto que elas pensam a mesma coisa quando conhecem um frango interessante (tipo eu). Duvido que elas querem ficar sentadinhas na praça, de mãos dadas na porta da igreja. Não. Eles querem é correr pro poleiro e atacar. Se nós frangos pensamos assim, porque elas não têm o direito de pensar igual?

E tomara que pensem isso comigo. Prometo que nem vou reclamar. Vou simplesmente cumprir meu papel e agüentar todas que vierem. Aliás, fiquei sabendo de uma galinha nova que muita prática em sexo tântrico. Quem sabe ela não me dá algumas aulas grátis?

Aposto que minha performance ia melhorar muito. Com certeza ia impressionar aquela galinha gostos do poleiro de cima facilmente. Ia dar horas e horas de prazer intenso para ela. Bico com bico, sentindo cada gota de suor escorrendo pelas penas dela. E eu lá, firme e forte. Satisfazendo. Deixando ela louca...

Eu fico excitado só de pensar nisso. Aproveitando que minha imaginação está no auge, eu fico pensando naquela galinha gorda. Primeiro vamos esquecer todas aquelas celulites para imaginar algo...

Pronto! Deixa eu ver... com aquela cara ela deve curtir um lance bem sadomasoquista. Colocar uma roupa de couro, dar uma e dominatrix e espancar com quem ela vai transar por puro prazer. Eca. Ainda bem que eu não curto esse tipo de prática. E nem curto aquela gorda bizarra.

Depois dessa imaginação dos infernos, eu vou voltar a pensar naquela galinha gostosa do poleiro de cima. Como será a depilação dela? Será que alguém já pensou em fazer uma edição da “Playchicken” com ela? Aposto que ia vender muito. Eu, por exemplo, compraria muitas. Só para estampar meu quarto todo.

E ia me poupar muitos neurônios. Já falei que minha imaginação tá fértil hoje? Pois é, como as perspectivas para a noite são as piores possíveis, eu vou ali dar uma exercitada na asa enquanto penso naquela gostosa...

12 comentários:

O Frango... ® disse...

Post 69 do blog...

tinha que ser mais direto que o habitual. Mas ainda ficou contido demais. O próximo conterá cenas de sexo explícito entre mim e a galinha gosotosa (se eu conseguir fazer algo ate lá)

Natália Coelho disse...

Post 69, pra lá de sugestivo, não?

Reze pra que só a sua imaginação esteja fértil, porque senão...creio eu que a população do galinheiro irá aumentar.
E eu ainda te vejo com a galinha gorda, não sei porque, mas sonho com o dia em que ela pega esse franguinho. Que tal dia 31 de outubro?

Bjo

Marcos Pinheiro disse...

Eitcha que hoje ele vai fazer o reboco do galinheiro!

Diego disse...

RONALDO

anna disse...

Uiuiui, hein, frango?

Parece que as aulas te deixam bem... propício a escrever sobre o tema. Resta saber se é por conta do nosso querido professor.

hahahahahaha

E Playchicken?

EURI!
;*

Thatá disse...

Eita, mas esse frango é muito assanhado! hehe

bjo

P. disse...

Fizeste jus ao número da postagem, hein?
"E nem curto aquela gorda bizarra."
Mal começou a curtir e já se sabotou...
Quero só ver o post que fará quando traçar essa galinha gostosa de que tanto fala. Haja sordidez!

Abraços

Victor disse...

Agora entendi o interesse na origem do sexo tântrico...

Exercitar a asa e playchicken foram as melhores! Ri demais =)

Ronaldo disse...

to vendo que vai rolar muita pena por ai.....

bom findi

Macaco Mizaru disse...

Como assim o cara aí de cima chama RONALDO e não falou nada????? pfff, povo sem cultura! XD


RONALDO!!!


"Parece que as aulas te deixam bem... propício a escrever sobre o tema. Resta saber se é por conta do nosso querido professor"

Anna disse tudo... Ai ai ai ui ui, frangolino.... hahahah


Ótimo texto, eu ri mesmo... pintos não entram.


www.tresbananas.blogspot.com

Rubervânio Rubinho Lima disse...

Eita, danôssi...
Falando de sequiço, uia...

Taí um assunto que povoa bem muito a cabeça de um sertanejo...
Furunfada, com uma matutinha arrochada, fungada num cangotinho bem cherozim, acoxada bem segura, os dois dentro duma rede... êita que num tem quem desapregue, homi...
Mestre Gonzagão já dizia...
"A rede véia pegou foi fogo, com nós dois dentro, pra lá e pra cá..."
Tu se inspirou com essa DELICIOUS HEN aí... Imagina, dando uma viajadinha aqui pelo sertão.
As galinhas aqui da roça, meu fío, não tem míó não, homi...
São aquelas da CAPOEIRA, botadeiras de ovos de ouro, tudo magrinhas e bunduda, numa dieta rígida, malhação (corrida para se livrarem das raposas e guarás), treino de defesa pessoal (livrando-se dos carcarás) e ainda por cima, com penacho bronzeadíssimo.
Qualquer dia, arreda daí e vem conhecer a vida bela do sertão, Galeto.
Abração, homi...

Fê, disse...

que que é sexo tântrico ??

oO

desculpa minah ingenuidade.. husahs