BlogBlogs.Com.Br

03 junho 2009

Reflexões juninas de um frango

Dá pra perceber claramente que o mês de junho chegou aqui no galinheiro. E nem é por causa do tempo frio e seco. É só olhar para o alto dos poleiros que você vê um monte de bandeirinhas coloridas dependuradas. É só respirar um pouco e sentir o cheiro de canjica pelo ar. É só andar por aí e ver um monte de galinhas com chapéu de palha. É só andar e vomitar...

É sério, eu odeio festa junina. O que faz alguém fazer uma festa inteira onde o milho é um dos personagens principais? Aliás, como alguém pode gostar de milho? Eu já falei setenta milhões de vezes, mas vale sempre reforçar... uma coisa dura, pequena, amarela e ruim não pode ser usada como comida. Minha esperança é que algum dia alguém acredite em mim.

Principalmente o granjeiro, que resolveu ampliar o estoque daquela bolota amarela maléfica. Eu tenho até vontade de chorar quando eu acordo de manhã e vejo que tem milho para o café. Na verdade, minha vontade é colocar o granjeiro numa panela e fazer uma torta. Só para ele aprender...

Mas o milho é até tolerável se for comparado com a quadrilha. Como garanhão reprodutor da granja, eu sempre fui o noivo no casamento. E eu tenho pânico de quadrilha. Pra começar tem o apresentador, que é sempre aquele galo velho caquético. O pior é que ele nunca vai perder esse posto. E eu não entendo nada que ele fala na hora da dança.

Aliás, por falar em dança, ela é outra coisa que me faz odiar festas juninas. A primeira coisa é que eu nunca entendo aquelas palavras em uma língua bizarra. “Anarriê” não significa nada na minha vida. E depois ainda me gritam “olha a chuva” e querem que eu finja alguma coisa. E eu sou péssimo ator. Sempre faço aquela cara de paisagem e continuo dançando.

Outra coisa lastimável que ocorre em junho é a barraca do beijo. Não seria tão lastimável se fosse aquela galinha gostosa do poleiro de cima. Mas todos têm uma chance para adivinhar quem sempre ocupou esse lugar... é claro que é aquela gorda com celulite. Nem precisa falar que a barraca é um fracasso todo ano.

É por essas e por outras que eu fico muito azedo nessa época. Por mim junho podia nem existir. Pular de maio para julho direto, se possível. E que esse ano nenhum engraçadinho tente me prender na cadeia de novo...

10 comentários:

Priscila Lima disse...

meu Deus um franguinho que não gosta de milho!!!??? :O..rs
Ainda bem que tudo isso passa rapido...
Abraço

Natália Coelho disse...

Engraçado, eu adoro junho, não sei porque.
E tem Festa Julina também uai, esqueceu?

Ah, aproveita esse ano e manda um daqueles torpedinhos pra galinha gostosa, quem sabe não funciona?

zoiandu disse...

quanto ódio das festas juninas, das galinhas animadas =D

Bala Salgada disse...

Poxa Galinho, não fique assim que julho virá, rs...

Eu ri do seu comentário, então teria de ser feito um sinal também para "Não olhe para o lado e dirija".

I want it all ~ disse...

Frango da festa juninaaa *-*
Muuito massa.

Desculpa a demora x_X
Beijoos :***

Jessie. disse...

Esse franguinho está muito amargo. Festa Junina é mara! Além das comidas gostosas, a dança é mega divertida - mesmo que não se saiba dançar. =)

Fabioc disse...

pior q eu gosto de festa junina..pelo menos na parte da comilança hehehhe

e é bem divertido ver todo mundo de xadrez, com o dente pintado e bigodes e pintas postiças...

um frango que não gosta de milho? o.O


ahh valeu pelos parabéns...valeu mesmo! abraço

Marcos Pinheiro disse...

Sopão no Ponto!

Rubervânio Rubinho Lima disse...

Caro Franguinho camarada...
Passei lá no "Ponto de Continuação" e fiz um comentáriozinho humilde sobre vossa escrita, para o pinto Marcos Pinheiro.
Ele havia me indicado o seu galinheiro e gostei tanto desse seu jeito de contar as histórias, sob o ponto de vista de uma ave, que decidi te seguir.
Agora, também seu banner figura nos meus dois blogs ("Conversas do Sertão" e "Rubervânio Rubinho Lima")e, como contrapartida, gostaria de pedir que desse uma passadinha lá e fizesse o obiséquio de colocar os meus aí no seu galinheiro.
Um abração e até breve, irmão.

kuandr disse...

Amigo frango por onde andas?
Estamos com saudades
Abraços..
PS: ou sera que esse sumiço é medo de virar canja... em tempos juninos
:S